"4" Post(s) arquivados na Tag: prêmio barco a vapor

22 de junho de 2021

2 Comentários

[Resenha] O cometa é um sol que não deu certo

Por Tadeu Sarmento

  • Título Original: O cometa é um sol que não deu certo
  • Gênero do Livro: Novela
  • Editora: Edições SM
  • Ano de Publicação: 2017
  • Número de Páginas: 120
Sinopse: Emanuel é um menino que vive num campo de refugiados sírios no meio do deserto da Jordânia. Entre privações e obrigações, encontra lugar para sonhar em companhia dos amigos, como a menina Amal, por quem nutre um sentimento diferente, que não compreende muito bem. Pelo olhar sensível do protagonista, o leitor é apresentado ao drama dos refugiados sírios, tema atual de extrema relevância, e acompanha os dilemas e sonhos de Emanuel em meio ao seu cotidiano sofrido e incerto.
Comprar na Amazon

Como é viver em um campo de refugiados? Eu não sei, mas posso imaginar a aflição da partida forçada da terra de origem; a angústia da espera; a sensação de estar de passagem sem saber até quando; a expectativa de ser acolhida em alguma parte do mundo, sem muita chance de decidir para onde ir.

[…] Estamos vagando, estamos em trânsito, meu bom Emanuel. Encontraremos nosso lugar, o lugar em que daremos certo. […] (p. 77-78).

Em O cometa é um sol que não deu certo, com texto de Tadeu Sarmento e ilustrações de Apo Fousek, acompanhamos exatamente isso: a vida em um campo de refugiados sírios no meio do deserto. Podemos nos sentir ao lado dos personagens, em um ambiente de carências materiais e de falta de escolhas.

Continue lendo
12 de maio de 2020

2 Comentários

[Resenha] A conta-gotas

Por Ana Carolina Carvalho

  • Título Original: A conta-gotas
  • Gênero do Livro: Romance
  • Editora: Edições SM
  • Ano de Publicação: 2015
  • Número de Páginas: 117
Sinopse: A conta-gotas, pacientemente, com persistência — foi desse modo que Olívia conheceu sua mãe. Ela tinha nove meses quando Laura fugiu de casa, deixando-a com o pai e a avó. Na família não se falava da figura materna, não havia uma fotografia, nenhum registro do passado, nada. Para desvendar esse segredo, Olívia teve de se virar, recolhendo vestígios nos lugares mais improváveis: nos cochichos da avó, na ruga do pai, no espelho do quarto, na antiga cadeira de balanço, na samambaia da varanda... Trata-se de uma narrativa tocante sobre o trauma do abandono e as tentativas de resgate da própria história, em meio aos temores, fantasias, dúvidas e conquistas típicos da adolescência.
Comprar na Amazon

Foi desse modo que conheci minha mãe. Em mínimas doses, e não como qualquer criança conhece a sua. Ou, pelo menos, como eu pensava que mãe e filha deveriam se conhecer: em uma convivência diária, intensa (p. 9-10).

O trecho acima é o resumo de como Olívia, a narradora-protagonista de A conta-gotas, conhece sua mãe, que partiu quando a menina ainda era bebê, deixando-a aos cuidados do pai.

Durante sua infância e adolescência, Olívia mantém o desejo de conhecer a mãe, mas esse é assunto proibido em sua casa e na casa da avó e a menina não vê sequer uma foto da mãe.

Continue lendo
18 de abril de 2020

2 Comentários

[Resenha] O vento de Oalab

Por João Luiz Guimarães

  • Título Original: O vento de Oalab
  • Gênero do Livro: Novela
  • Editora: Edições SM
  • Ano de Publicação: 2016
  • Número de Páginas: 39
Sinopse: Um balão de pensamento vazio se desprende da página de uma história em quadrinhos e cria vida própria ao se dar conta de que é capaz de pensar. Impulsionado pela descoberta e feliz pela liberdade conquistada, aos poucos constrói sua identidade, refletindo sobre si mesmo e sobre as coisas do mundo, às quais ajuda a ter voz, expressados através dele. Nessa aventura fascinante, depara com questões existenciais de uma gema de ovo, meditações de uma goiaba insegura, o segredo ancestral do vento e as sutilezas da criação poética.
Comprar na Amazon

[…] a palavra pensada é sempre livre para fazer o que bem entender dentro da cabeça da gente (p. 36).

Já imaginou quantos pensamentos pode ter um balão de pensamento de história em quadrinhos?

Em O vento de Oalab acompanhamos um balão de pensamento vazio que, ao ser deixado assim (incompleto) pelo desenhista, descobre que a ausência de pensamento não é dele e sim do personagem.

Continue lendo
27 de agosto de 2018

0 Comentários

Três prêmios literários infantis e juvenis

Os concursos literários, embora concorridos, são uma boa opção para os escritores iniciantes publicarem seus trabalhos.

Uma sugestão para saber sobre o lançamento dos concursos é acompanhar o Concursos Literários, um blog construído por diversas pessoas que colaboram com informações sobre concursos literários.

A seguir, apresento uma lista com três concursos que selecionam obras literárias destinadas a crianças e jovens. As inscrições deste ano se encerraram, mas quem já iniciou algum texto terá tempo de participar das próximas edições.

Continue lendo


1 2
© 2021 Histórias em MimDesenvolvido com por