"10" Post(s) encontrado(s) na categoria: Destaques

01 de julho de 2020

2 Comentários

Versos de amor

Por Eriane Dantas

De quantos versospreciso para formarum poema?Se eu disserte amoposso espalhar por aíque me fizpoeta? Sabe o meu desejo?Falar de amorsem parecerpatética,uma menina que escreverimasnum papel de carta.

Continue lendo
29 de junho de 2020

6 Comentários

Dois anos de Histórias em mim

Aniversário e resultado do concurso literário

O blog Hoje faz dois anos que publiquei meu primeiro texto aqui, meio sem saber se teria leitores ou se persistiria com este projeto. Como eu contei naquela apresentação, o blog nasceu por sugestão de uma pessoa muito querida, que sempre me ouvia falar da minha paixão pela escrita e, ao mesmo tempo, da minha angústia por não compartilhar meus escritos com outras pessoas. Titubeei diante da ideia. Jamais havia pensado em ter um blog e, de certa forma, embora quisesse ser lida, receava as críticas. Além do mais, aquela não parecia mais uma época (no mundo e na minha própria vida) de se investir em blogs. Agora nem parece que duvidei. O blog já é parte da minha vida. Virou rotina criar os textos para publicar aqui (não uma rotina no sentido pesado, de um ato repetitivo e chato). Tive altos e baixos, vontade de desistir, momento de pouca […]

Continue lendo
23 de junho de 2020

1 Comentário

[Resenha] Encontros felizes

Por Mônica Moro Harger

Sim, há dias longos em que a vida pesa e soma tempo. E há dias leves, que nos conferem a juventude da alma. Com um título que nos prepara para uma experiência prazerosa, Mônica Moro Harger nos convida a contemplar, como quem observa de fora, aqueles momentos que passam despercebidos no dia a dia. Ela nos faz reparar que, por vezes, subestimamos os pequenos acontecimentos. Outra conclusão a que chegamos ao ler Encontros felizes é que a vida (a vida mais simples que exista) pode fornecer matéria abundante para o escritor ou a escritora.

Continue lendo
17 de junho de 2020

6 Comentários

Fiz as malas

Por Eriane Dantas

Faz um tempodescobri:há que se cuspirmais que digerir. Foi no diaque fiz as malas delae disse: adeus,por favor, me deixeseguir sozinha deste pontoem diante.

Continue lendo
13 de junho de 2020

5 Comentários

[Resenha] O conto da ilha desconhecida

Por José Saramago

Que é necessário sair da ilha para ver a ilha, que não nos vemos se não nos saímos de nós (p. 41). Sou uma grande admiradora do estilo de José Saramago, da crítica e da ironia presentes em suas obras. Conheci e recomendo O ensaio sobre a cegueira, A jangada de pedra e O evangelho segundo Jesus Cristo (este último em especial). Sempre que leio algo do autor, sinto-me inspirada a escrever textos que façam rir e pensar de uma vez só. Mesmo assim, ainda não havia comentado livros de Saramago aqui. Vou explicar o porquê: tive receio de escrever, de maneira simples, sobre um escritor cujos trabalhos rendem análises de estudiosos. Bobagem minha, reconheço, pois todos que me acompanham sabem que não sou especialista em literatura (infelizmente não me formei na área). Sou apenas uma apreciadora de livros, tentando aprender mais sobre leitura e escrita. Então vamos lá. Vamos […]

Continue lendo
09 de junho de 2020

2 Comentários

Dia de riso

Por Eriane Dantas

Corri para a janela atraída por uma confusão de vozes. Seria mais uma discussão entre a senhora do cachorro, o casal com o recém-nascido e a família forrozeira? Logo percebi que meus vizinhos estavam apenas tentando acompanhar a cantoria do morador do 504, que agarrou o violão e dirigiu-se à sacada. Não era a primeira vez que ele se metia a artista ali. Só que antigamente (quero dizer, até a semana anterior), mandavam-lhe o síndico, tacavam-lhe ovos e discavam até para o 190 quando ele se punha a tocar, de dia ou de noite. Nesse dia, seu talento intrigou os vizinhos. — Quando tudo isto acabar — gritou um deles —, você nos oferecerá um show de verdade, meu amigo. — Sim, logo poderemos estar juntos de novo — replicou outro. — Viva o morador do 504 — disseram em coro.

Continue lendo
04 de junho de 2020

10 Comentários

Concurso literário Dois anos de Histórias em mim

Regulamento

O blog Histórias em mim completará dois anos em 29 de junho de 2020 e, em comemoração, quero reconhecer o talento literário de três leitores do blog e presenteá-los com livros cujas resenhas se encontram entre as mais lidas nos dois anos que se passaram. 1. Sobre o concurso 1.1. O concurso literário Dois anos de Histórias em mim tem caráter exclusivamente cultural, com a participação voluntária dos interessados, sem quaisquer modalidades de sorteio ou pagamento pelos participantes nem vinculação destes à aquisição ou ao uso de qualquer produto, bem ou serviço, sendo, portanto, dispensada de autorização, nos termos do inciso II do art. 3º da Lei n° 5.768, de 20 de dezembro de 1971, e do art. 30 do Decreto n° 70.951, de 9 de agosto de 1972. 2. Participantes 2.1. Pode participar qualquer pessoa física residente no Brasil que possua perfil válido no Facebook ou no Instagram.

Continue lendo
02 de junho de 2020

4 Comentários

Quando gritávamos “não vai ter golpe”

Por Eriane Dantas

Não sei exatamente o que dizer. Não sei exatamente o que sinto neste momento. Oscilo entre raiva, nojo, medo e desesperança. Isso já faz algum tempo, mas vem aumentando a cada dia. Não é tão simples entender como viemos parar aqui: foi um processo que envolveu diferentes grupos e levou anos. Porém podemos especular que o pior de todos os candidatos, o mais incapaz, o mais tosco, só conquistou o cargo mais importante de um país tão grande porque representava aquilo que muita gente sentia: ódio, ódio, ódio e ódio. Muitos cidadãos de bem ansiavam por ter uma arma na mão para matar os inimigos. Ou alguém pode citar uma qualidade daquele candidato, sem fazer referência aos defeitos dos demais ou de governos passados? É irônico que muitos dos 57 milhões de responsáveis por essa desgraça se arrependeram do voto apenas quando viram o mito debochar dos atingidos por uma […]

Continue lendo
30 de maio de 2020

2 Comentários

Cartas para Marilu (n° 12)

Sábado, 13 de julho de 1985. Marilu, Depois do desastre que foi a conversa com seu pai, encontrei Teresa e disse que queria participar de suas reuniões. Não importava contra quem eles lutavam; eu também queria lutar. A luta por liberdade também me tinha feito sair de casa, embora eu não tenha refletido sobre isso antes de tomar a decisão. Saí do hotel diretamente para a igreja ao lado, onde encontrei dezenas de homens e mulheres que alternavam sorrisos e uma expressão de tristeza. Teresa me explicou que seus companheiros tinham esperança de ver o país livre outra vez, mas o clima de repressão e o medo por vezes ofuscavam seus pensamentos positivos. Um homem subiu ao altar e reafirmou a importância da resistência. Eles trilhavam o caminho certo e ninguém poderia esmorecer naquele momento. Relembrou os companheiros que não se encontravam mais ali, companheiros cujo paradeiro só podiam imaginar, […]

Continue lendo
26 de maio de 2020

2 Comentários

Ser triste

Por Eriane Dantas

Longe de mim exaltar a tristeza,mas quem disseque não se tira alguma valiade um dia triste? Diz a canção:é preciso um bocado de tristeza.Ela fala de samba;eu falo da vida.

Continue lendo

1 2 3 12
© 2020 Histórias em MimDesenvolvido com por