29 de junho de 2020

6 Comentários

Dois anos de Histórias em mim

Aniversário e resultado do concurso literário

O blog

Hoje faz dois anos que publiquei meu primeiro texto aqui, meio sem saber se teria leitores ou se persistiria com este projeto.

Como eu contei naquela apresentação, o blog nasceu por sugestão de uma pessoa muito querida, que sempre me ouvia falar da minha paixão pela escrita e, ao mesmo tempo, da minha angústia por não compartilhar meus escritos com outras pessoas.

Titubeei diante da ideia. Jamais havia pensado em ter um blog e, de certa forma, embora quisesse ser lida, receava as críticas. Além do mais, aquela não parecia mais uma época (no mundo e na minha própria vida) de se investir em blogs.

Agora nem parece que duvidei. O blog já é parte da minha vida. Virou rotina criar os textos para publicar aqui (não uma rotina no sentido pesado, de um ato repetitivo e chato). Tive altos e baixos, vontade de desistir, momento de pouca inspiração, mas o blog resiste, assim como resiste em mim o desejo de emocionar, inspirar e divertir com minhas palavras. O blog Histórias em mim fez uma transformação em mim e me mantém em movimento, como me disse uma amiga querida.

Hoje, depois de dois anos, não me preocupo tanto com o número de seguidores, de comentários, de curtidas. É claro que me alegro ao receber o retorno de quem lê algo que escrevo aqui (afinal, todo escritor precisa de leitores). Mas aprendi que os números não são o mais importante. O mais importante é reconhecer que as minhas publicações fazem sentido para alguém.

O concurso

O Concurso Dois anos de Histórias em mim surgiu da vontade de comemorar o que o blog se tornou para mim. E que melhor maneira de fazer isso do que celebrando a escrita e os novos escritores?

O plano ganhou forma em uma conversa com duas amigas, Ana e Eliete. E só com o apoio delas o plano tornou-se concreto. Elas ajudaram não somente na avaliação dos textos; também na elaboração do regulamento, na divulgação (inclusive envolvendo os próprios familiares) e especialmente no empurrão que me deram ao dizerem: “vai dar certo”.

E deu.

O concurso foi um sucesso: recebemos 166 textos válidos (em conformidade com as regras do regulamento). Foram 166 textos de gêneros, estilos e temas distintos. Cada um deles com suas qualidades, cada um deles com uma forma única de exprimir sentimentos, humor, insatisfação com problemas sociais.

Antes de apresentar o resultado, preciso destacar que Ana, Eliete e eu não somos especialistas em literatura. Somos leitoras (leitoras que se arriscam a escrever também) e, como tal, escolhemos os textos que mais nos tocaram, cada uma de nós com sua visão de mundo.

Tentamos empregar o máximo de objetividade, porém esse tipo de avaliação é, de uma forma ou de outra, influenciada por nossa subjetividade (nossa experiência de vida, nossa bagagem de leitura, nossos gostos pessoais e até nosso estado de espírito no momento da análise). E é verdade que avaliar não é a tarefa mais fácil.

Por isso, peço que não fiquem desapontados aqueles que não virem seus nomes registrados a seguir. Acho que todos sabem, mas posso repetir: uma obra escrita pode ter diferentes significados a depender do leitor ou da leitora.

Dito isso, vamos ao que todos esperam: os nomes dos classificados no concurso:

  • 1° colocado: Oly César Wolf, com o conto Diáspora.
  • 2° colocado: Sinval Farias, com o conto O bordado pelo avesso.
  • 3ª colocada: Janete Marques, com a crônica A lunática das listas.

Em meu nome e em nome da comissão julgadora (Ana Luiza Barreto e Eliete Morais) agradeço a todos e todas que confiaram neste projeto. Sei que os textos inscritos no concurso são resultado da dedicação, da energia e da inspiração de seus autores ou de suas autoras. Sei ainda que não é nada simples nos expormos à avaliação de outras pessoas, ainda mais daquelas que não nos conhecem.

Parabéns aos vencedores! Parabéns a quem utiliza a palavra como instrumento de expressão e de resistência!

Em breve publicarei os três textos vencedores aqui. Aguardem!

confira esses posts relacionados

Deixe seu comentário

6 Comentários

  • Nívea Braga
    29 junho, 2020

    Olá! Adorei participar! Mais do que a classificação em si, alegria grande foi conhecer os seus escritos. Parabéns pelos dois anos do blog, por escrever sempre… e como é lindo seu cantinho. Adorei o layout. Grande abraço!

    • Eriane Dantas
      Eriane Dantas
      01 julho, 2020

      Que bom saber disso, Nívea!
      Agradeço sua participação e sua visita!
      Passe por aqui sempre que quiser.
      Um abraço.

  • Talita
    29 junho, 2020

    Parabéns!

    • Eriane Dantas
      Eriane Dantas
      01 julho, 2020

      Obrigada, Talita! 😉

  • Eliete Morais
    29 junho, 2020

    Mais que feliz em participar desse concurso. Parabéns a todos os textos.👏👏👏

    • Eriane Dantas
      Eriane Dantas
      01 julho, 2020

      🙂

  • © 2020 Histórias em MimDesenvolvido com por