"4" Post(s) arquivados na Tag: maternidade

08 de outubro de 2019

4 Comentários

Menino-flor

Por Eriane Dantas

Ele nasceu com cheiro de flor,
daquelas que espalham seu aroma
ao serem tocadas pelo vento.
Não era rosa
nem lírio
nem margarida.
Era uma espécie rara,
ainda não catalogada.
Menino-flor
ou flor-menino.


Continue lendo
20 de agosto de 2019

2 Comentários

Cartas para Marilu (n° 6)

Segunda-feira, 1° de julho de 1985.


Minha querida filha,


No dia em que enviei a última carta, a observei caminhando para a escola, dessa vez sozinha, com uma expressão séria e um olhar difícil de interpretar. Parecia que seus olhos contemplavam algo que não se encontrava ali, algo que eu não via. O vento bagunçou seus cabelos, e você tentou reordená-los com uma mão, enquanto a outra segurava uma pequena pilha de livros, que caíram e se espalharam pelo chão. Por um instante fantasiei, presunçosa, que sua aparente tristeza tivesse relação com minhas cartas, com nossa separação, com a falta que faço em sua vida. Quis me aproximar, ajudá-la a recolher os livros, ajudá-la a carregar a preocupação que parecia mais pesada que suas forças de menina. Porém, no minuto seguinte, percebi a tolice da ideia. O medo dominou meu corpo, me impedindo de dar um único passo. Não sabia como você me receberia e me mortificaria com seu desprezo.

Continue lendo
30 de julho de 2019

4 Comentários

Tempos de sombras

Em seis meses, assistimos à tentativa de destruir não só a educação, mas também a história e a ciência. Descobrimos que, no Brasil, não há mais fome nem desmatamento; que não precisamos de cadeirinhas nos carros nem de barreiras de velocidade, tampouco de aulas para obter carteira de motorista; que não faz mal adicionar alguns agrotóxicos aos nossos alimentos; que as meninas da Ilha do Marajó são estupradas porque não usam calcinhas; que nós, nordestinos, somos todos “paraíbas”; que preocupação com o meio ambiente é coisa de vegano; e que vale mais uma sensação do que resultados de pesquisas.

Infelizmente, essa é somente uma amostra foi o que consegui recordar neste momento. Há muito mais de onde isso saiu, e ainda seremos contemplados com outros exemplos até 2022.

Continue lendo
11 de junho de 2019

8 Comentários

Lembrança e esperança

Por Eriane Dantas

Mamadas, choro, fraldas sujas. A memória me aponta, maldosa, aqueles dias de antes, aqueles dias tomados pela série da vez, pelo livro do momento; aquelas noites de encontros com múltiplos personagens; aqueles dias previsíveis; aquelas noites de sonos inteiros.

Continue lendo

1 2 3
© 2019 Histórias em MimDesenvolvido com por