"4" Post(s) arquivados na Tag: literatura para crianças e jovens

06 de agosto de 2019

0 Comentários

Quanto tempo

Por Eriane Dantas

Ela não sabe há quanto tempo está ali, no mesmo lugar, vendo os mesmos humanos passarem dia após dia, com olhar fixo no horizonte, acelerados, como quem tem pressa de alcançar a linha de chegada. Deve haver uma recompensa ao final da caminhada de cada um, ela imagina, o pote de ouro no fim do arco-íris, como ouviu um sujeito dizer certa vez. Queria ela também receber aquele prêmio. Mas preferiria um pote de sorvete, a sobremesa intrigante que as pessoas tomam com uma careta sorridente.

Ela não sabe há quanto tempo está ali. Tenta puxar pela memória, mas lá não há qualquer calendário ou relógio. Ninguém lhe ensinou quantas horas há no dia, quantos dias há no mês e quantos meses há no ano. Ela também não conseguiria calcular. Tem apenas a sensação de já ter visto o sol nascer e se pôr muitas vezes daquele ponto. Talvez tenham se passado vários meses ou anos.

Continue lendo
23 de julho de 2019

2 Comentários

O matador

Por Wander Piroli

  • Título Original: O matador
  • Gênero do Livro: Conto
  • Editora: Cosac Naify
  • Ano de Publicação: 2014
  • Número de Páginas: 32
Sinopse: Em 'O matador', o leitor é transportado a uma cidadezinha onde a diversão dos meninos é matar pardais com seus bodoques. O protagonista desta história, porém, é muito ruim de pontaria. Os colegas debocham. Até que um dia, um pardal destemido aparece sobre o muro do quintal. E esse encontro violenta, mais do que o pardal, o próprio caráter do garoto. Nas ilustrações de Odilon Moraes, a leveza das pinceladas em tons de verde só é cortada pela mancha vermelha deixada pelo pássaro no muro, mas não só nele. Odilon se vale da sombra do garoto para mostrar como aquele episódio o marcou profundamente.

Naquele tempo havia muitos quintais e lotes vagos. E era tudo arborizado, tanto em nossa rua como em todo o bairro (p. 2-3).

Esse foi o primeiro livro que li para o Joaquim, quando ele ainda era parte de mim. Não sei se ele escutou minha voz ao ler a história. Só sei que me emocionei ao lê-la tanto pelas circunstâncias da leitura, quanto pela história em si (e não era a primeira vez que eu lia o livro para mim mesma).

Publicado pela primeira vez em 2008, dois anos após a morte do autor, O matador foi ilustrado por Odilon Moraes, que usou desenhos que, à primeira vista, parecem simples, sem cor. Mas, quando se conhece a história, percebe-se a intenção do ilustrador. As imagens, em tons esverdeados, ganham cor forte apenas em dois momentos, avivando o sentimento que nos causam as palavras inscritas naquelas páginas.

Continue lendo
13 de novembro de 2018

2 Comentários

A valente princesa Valéria

Por João Paulo Vaz

  • Título Original: A valente princesa Valéria
  • Gênero do Livro: Romance
  • Editora: Cepe
  • Ano de Publicação: 2012
  • Número de Páginas: 48
Sinopse: A velha história do príncipe valente que salva a loura donzela é esquecida nesta obra, totalmente contrária a clichês, que obteve o segundo lugar juvenil no Concurso Cepe de Literatura Infantil e Juvenil de 2011. O autor homenageou as mulheres com a princesa corajosa, que vence bruxas e dragões e salva o príncipe da pasmaceira em que vivia. O ilustrador Laerte Silvino deu à obra um toque de HQ com humor.

Ora, uma das coisas que princesas corajosas fazem é salvar príncipes aprisionados (p. 9).

Hoje trago mais um livro juvenil que diverte, mas também toca em assuntos importantes.

Classificado em segundo lugar na categoria juvenil do Concurso Cepe de Literatura Infantil e Juvenil/2011, organizado pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), este foi o quinto livro de João Paulo Vaz (o segundo voltado a crianças e jovens). As ilustrações ficaram a cargo de Laerte Silvino.

Continue lendo

03 de setembro de 2018

6 Comentários

A rainha do Norte

Por Joana Estrela

  • Título Original: A rainha do Norte
  • Gênero do Livro: Romance
  • Editora: Sesi-SP
  • Ano de Publicação: 2018
  • Número de Páginas: 56
Sinopse: Ser estrangeiro num país longínquo não é fácil. E ser feliz para sempre também não. Que o diga a rainha desta história. No seu caso, a tristeza já durava há tanto tempo que o rei começou a ficar seriamente preocupado. Habituado a comandar exércitos e a enfrentar inimigos com a sua espada, desta vez, porém, o rei não sabe contra quem lutar. Afinal que mal é este que tira todas as forças da rainha? E como o combater?

Ser estrangeiro não é fácil, mesmo quando se é uma rainha (p. 10).

Este é um livro que diz muito, sem explicitar uma única vez o tema que aborda. É uma forma delicada de tratar um assunto tão em voga mas tão difícil de ser discutido.

Terceiro livro de Joana Estrela, escritora e ilustradora portuguesa, A rainha do Norte é uma obra para crianças e jovens publicada originalmente em Portugal, em 2017, pela editora Planeta Tangerina. Os primeiros livros da autora foram Propaganda (2014) e Mana (2016).

Antiga criada, vinda de um país distante, a rainha casou-se com um rei bem diferente dela e foi morar entre pessoas também diferentes, em um lugar totalmente estranho, onde nem a comida se parecia com a que ela estava acostumada a comer. Ser estrangeiro não é fácil, como dizem a sinopse e uma passagem do livro, e podemos demorar a nos adaptar a outra cultura e a fazer com o que os outros se acostumem a nós.

Continue lendo


1 2
© 2019 Histórias em MimDesenvolvido com por