"10" Post(s) encontrado(s) na categoria: Destaques

07 de dezembro de 2019

0 Comentários

[Resenha] O caderno da avó Clara

Susana Ventura

Hoje trago O caderno da avó Clara, um livro destinado a jovens que faz pensar e diverte ao mesmo tempo. [O caderno] está todo escrito à mão. Folheio um pouco até perceber que é um caderno de histórias. Estou mesmo cansada, vou parar e dar uma olhada (p. 20).

Continue lendo
03 de dezembro de 2019

0 Comentários

Cartas para Marilu (n° 9)

Domingo, 7 de julho de 1985. Filha, Quando saí de casa naquele dia, bati à porta da Vera. Seus olhos escuros, profundos e curiosos fixos em mim, me interrogando, só não eram mais indiscretos que o outro par de olhos, que me encarava com uma impaciência costumeira. Estes olhos me obrigavam a declarar, de uma vez, o que fazia ali às duas horas da manhã, não porque o dono deles quisesse saber realmente, mas porque queria voltar a se deitar.

Continue lendo
30 de novembro de 2019

0 Comentários

A mulher das plantas

Por Eriane Dantas

A mãe de uma amiga de uma amiga era obsessiva por plantas de todos os tipos, mas sempre preferiu aquelas que floriam. Então enchia a frente, os lados e os fundos da casa com as mais variadas espécies. Mal sobrava espaço para caminhar do portão até a porta de casa. O marido dizia que ela ganharia muito mais se trocasse cada uma daquelas plantas por uma que desse algo comestível. Ninguém poderia comer flor, ele repetia. Aliás, ele se enganava, pois existiam sim flores comestíveis. Não naquele jardim, é verdade. E, mesmo assim, aquele homem certamente não aprovaria uma comida tão exótica. Queria ver o terreno tomado de pés de manga, de goiaba, de mamão, de acerola e talvez até de feijão. Aquelas flores todas não serviam para nada.

Continue lendo
26 de novembro de 2019

2 Comentários

Anticonselhos a uma moça

Por Eriane Dantas

Seja recatada.Não saia por aíaos gritos e risadas,não xingue,não fale alto, cruze as pernas ao se sentar.

Continue lendo
23 de novembro de 2019

2 Comentários

[Resenha] A bolsa amarela

Por Lygia Bojunga

A bolsa amarela é um livro para crianças e jovens publicado pela primeira vez em 1976. Mesmo assim, apesar de seus 43 anos, podemos dizer que suas reflexões continuam válidas e atuais. Faz tempo que eu tenho vontade de ser grande e de ser homem. Mas foi só no mês passado que a vontade de escrever deu pra crescer também (p. 10).

Continue lendo
19 de novembro de 2019

2 Comentários

Dia da Consciência Negra: 3 livros infantis que valorizam a identidade negra

Amanhã é Dia Nacional da Consciência Negra, data na qual se lembra e atualiza a luta do povo negro. É o aniversário de morte de Zumbi dos Palmares (1655-1695), o último líder do Quilombo dos Palmares e símbolo da resistência negra à escravidão. Por isso, hoje trago três livros infantis que, na minha opinião, valorizam a identidade negra. São obras que merecem ser apreciadas durante o ano todo e não só em 20 de novembro.

Continue lendo
16 de novembro de 2019

0 Comentários

Cartas para Marilu (n° 8)

Sexta-feira, 5 de julho de 1985. Marilu, Não sei como recebeu minha última carta, mas suponho que ler aquelas palavras tenha sido doloroso, pois foi inevitável transferir minha dor para o papel ao traçar cada letra. Acredite em mim, por favor, minha filha: não era meu objetivo machucar você.

Continue lendo
14 de novembro de 2019

0 Comentários

O fim do mundo

Por Eriane Dantas

Depois de termos passado pelo bug do milênio, cujos significado e impacto eu sequer entendia, alguém jurou que em certo dia do ano 2000 (em abril ou maio, não lembro mais), alguma coisa aconteceria no céu. Então voltei da escola olhando para cima, procurando alguma mudança, com medo de ser atingida ali, no meio da rua, por uma bola de fogo, sem conseguir ao menos chegar a minha casa.

Continue lendo
12 de novembro de 2019

0 Comentários

Por que ler para bebês?

A forma como a criança é vista hoje é diferente daquela de anos atrás. Já se sabe que, em seus primeiros anos de vida (especialmente até os três), a criança passa pelo período mais intenso de aprendizagem e desenvolvimento, que começa antes mesmo do nascimento. Por essa razão, essa é a fase à qual os adultos (mães, pais, avós, cuidadores, professoras etc.) devem dar mais atenção. Além de garantir a alimentação e um ambiente seguro, devem oferecer afeto, contato com a natureza e espaço para que a criança brinque e se desenvolva. Isso porque as experiências dos primeiros anos de vida (sejam positivas ou negativas) marcarão toda a trajetória da criança.

Continue lendo
09 de novembro de 2019

0 Comentários

[Resenha] A redoma de vidro

Por Sylvia Plath

Hoje trago A redoma de vidro, o único romance da poeta americana Sylvia Plath, uma obra que permanece atual apesar de seus 56 anos de existência. Eu teria que enganar meu corpo com o resto da consciência que ainda tinha, ou ficaria presa naquela cela estúpida por mais cinquenta anos, sem consciência alguma. E quando as pessoas percebessem que eu havia perdido a cabeça — o que acabaria acontecendo, apesar da discrição da minha mãe — elas a convenceriam a me colocar em uma clínica psiquiátrica, onde eu seria curada. Acontece que meu caso não tinha cura (p. 178-179).

Continue lendo

1 2 3 7
© 2019 Histórias em MimDesenvolvido com por